Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

sexta-feira, março 30, 2007

Câmara Municipal e Escola

Sempre ouvi dizer que a minha liberdade acaba onde começa a liberdade do outro...
E sempre com esta base, fico a pensar: até que ponto é que alguém tem que abdicar da sua opção política só por estar à frente de um Conselho Executivo?

A única resposta que encontro é: só tem que abdicar se o Executivo Camarário for pouco responsável e ignorante... Assim sendo, parece-me que quem coloca entraves ao funcionamento normal dos professores e "manda bocas descabidas" sobre o seu trabalho com os miúdos não está a fazer um bom trabalho... E deveria preocupar os seus municípes, certo?

4 comentários:

Jose disse...

Olá Ana

Vou aproveitar a oportunidade para focar os teus 2 últimos artigos, começando pelo ultimo.
O que ouviste é um erro de ditador, o que no penúltimo focas. democraticamente deve-se dizer A MINHA LIBERDADE COMEÇA QUANDO A DO OUTRO TERMINA. E não a dele começa quando a minha terminar. Uma questão de respeito pelo próximo.Será que o senhor é responsável por tudo que dele dizem?
O que dirão de Mário Soares nas próximas décadas, um grande estadista? A verdade não é como a pintam por vezes.
Estive na Zâmbia quando a entrega de Moçambique pelo senhor. Conheço o acordo do Alvor sobre Angola.
A minha pergunta é esta. com a incapacidade deste senhor, quantos portugueses morreram. Nem só a cor da pele indica uma nacionalidade.
Em moçambique morreram centenas de milhares de portugueses de pele negra em Angola ??????????????.
SE a historia que se conhece fosse verdadeira, Portugal teria muitos menos licenciados e muitos mais produtivos.

1 abraço

SaltaPocinhas disse...

Vinha só para comentar o teu post, mas não posso deixar ficar sem resposta o comentário anterior!
O José, se é tão bem informado, devia saber que sim, é a Salazar que se deve a desgraça que foi a descolonização e não a Mário Soares ou ao 25 de Abril!
Salazar teve a oportunidade única e irrepetível de negociar a descolonização, mas preferiu enviar os jovens portugueses para uma guerra horrível!

Mas o que eu vinha dizer é que o problema das autarquias com as escolas deve ser recorrente! Até devia fazer parte da campanha eleitoral deles dizer "não vamos ligar nada às escolas e muito menos aos professores"
bjs

Prof. Teresa disse...

Beijocas. Boa Páscoa!

Tiago Carneiro disse...

A liberdade na escola só existe quando todos trabalhamos em função do mesmo: OS ALUNOS.

Há executivos fascistas? Há
Há professores baldas? Há

No meu modesto entender só no final de cada ano lectivo poderemos avaliar o que realmente demos à escola e o que "ela" nos deu a nós. Por isso há escolas onde gostei de trabalhar e outras...

Apareçam no Democracia em Portugal. Lá também se luta pela educação.

Abraço
Tiago