Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

terça-feira, novembro 06, 2007

Murro na mesa

Não costumo ser agressiva nem mal-educada, mas confesso que às vezes me apetece dar um murro na mesa e "acordar" quem anda a dormir... (ou talvez não!)

Estive hoje numa reunião com profissionais externos à escola. Por volta das 16.30, uma das senhoras diz, dentro de um determinado contexto, "Eu já estou fora do meu horário! E não sei se estas horas me são pagas".

Ainda não sei como me aguentei sossegada quando a minha vontade era outra... Eu, se calhar, também já estava fora do horário e estava ali... Eu trabalho n horas fora do horário e ainda não vi um tusto...

E depois ainda dizem que os professores não trabalham!!!

4 comentários:

Maria disse...

sabe que esse tipo de 'sinceridade' colhe frutos... do género quem-não-chora-não-come;
enfim...

Pedro disse...

Tens razão no que dizes. Mas, olha que já vou na sétima reunião intercalar e vejo de tudo: profs. que parece que não têm família e se põem a discutir o sexo dos anjos, outros que simplesmente se baldam para os alunos e ainda os que (cada vez menos) se empenham no que verdadeiramente interessa...

caditonuno disse...

1 murro nao digo, mas assim 1 estalo bem dado era de aproveitar. perdeste a oportunidade...

Pedro de Sousa disse...

Ola

Perdoa-me mas acho que não tens razao, e passo a explicar porque...

O grande erro deste país é exactamente que toda a gente acha que so existem obrigações...

Um funcionário publico é um funcionário publico, tem um horário e não deve ser obrigado a trabalhar para alem desse horário, sem que lhe sejam reconhecidas horas extra, como nas outras profissões...

O Estado habituou-se a essa "caroliçe" e abusa, fazendo com que as pessoas trabalhem fora do seu horário, sem reconhecimento de espécie algum, principalmente monetário, ja que alguns, para ali estarem poderao perder outros proventos...

Acresce que não sou professor, nem nada parecido... mas para eu respeitar o patrao, ele tem que me respeitar tambem...

Beijinhos