Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

quarta-feira, janeiro 17, 2007

Um Professor no 2ºCiclo (II)

Era uma vez um grupo de pessoas que andava a fazer uma acção de formação no ME, e, na altura da avaliação do Módulo 3 sobre Ideias estranhas para atacar os Professores, resolveram puxar pela imaginação.

Pensaram...

Pensaram...

Pensaram...

Decidiram que no 2ºciclo, só um professor poderia leccionar áreas tão dferentes como Matemática e Língua Portuguesa. E quem não soubesse História, por exemplo, fazia uma acçãozita de algumas horas e ficava tudo fixe, também podia ser professor de História.

Avaliação deste Grupo??

Puff... Fez-se mais um diploma deste ME. (foram aprovados com distinção!)

4 comentários:

passei por aqui disse...

Olá Ana

Não é preciso muito tempo para ver no que escreves que ferves em pouca água.
A tua posição contra a ME dá-nos a entender um certo receio?
O que temes?
Será que não consegues ver a quantidade de prof que hoje existe, são prof de aviário
Segundo sei nunca houve uma classificação dos mesmo a nível nacional. Cada Univ. classificava como queria e depois os concursos eram a nível geral.
Será que 18 numa univ. é o mesmo noutra?
Sabes também como eu que não.
Com respeito a tua charada vejo que andas a leste do que se chama psicologia da criança.
Não será muito mais fácil uma criança aproximar-se de uma única prof. do que meia dúzia delas que passam a vida a fofocar umas das outras?
Com respeito as competências das ou dos outros é coisa para ver.
Antigamente digo antigamente, quando os professores tinham e mereciam o respeito da comunidade, e que eram vistos como um complemento da família, leccionavam, todas essas disciplinas e quem por eles passavam, saiam das escolas sabendo ler escrever com conhecimentos de historia de Portugal que muitos dos prof de hoje desconhecem, geografia e a celebre matemática.
Quantos sem o auxilio de uma calculadora refiro-me aos prof. não sabem quanto ganham por hora.

A única coisa que estou contra a M.E contra o M.J e com o M.I é não aprovarem um código de disciplina, pois não é aos 18 anos que se comecem a fazer homens e mulheres, penso que desde os jardins infantis com prof a sério e não de aviário.

Hindy disse...

A minha alma ainda está parva!

Beijinhos :o)

Miazinha disse...

Acho que, de facto, esta medida é infantilizar as crianças, visto que muitas delas estao em pela entrada na adolescencia e já merecem um tratamento diferente do regime de escola primaria. alem disso, espera-se que a escola sirva como um treino constante de competencias e estas vao-se adquirindo gradualmente. espera-se que passem de 1 professor para varios, que vao evoluindo.. todos passamos por isso e, mesmo assim, muitos se tornaram genios académicos :)

Miazinha disse...

*queria dizer plena em vez de pela, peço desculpa