Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

quinta-feira, março 02, 2006

Xenofobia não...

Encontrei uma preta
que estava a chorar,
pedi-lhe uma lágrima
para a analisar.

Recolhi a lágrima
com todo o cuidado
num tubo de ensaio
bem esterilizado.

Olhei-a de um lado,
do outro e de frente:
tinha um ar de gota
muito transparente.

Mandei vir os ácidos,
as bases e os sais,
as drogas usadas
em casos que tais.

Ensaiei a frio,
experimentei ao lume,
de todas as vezes
deu-me o que é costume:

nem sinais de negro,
nem vestígios de ódio.
Água (quase tudo)
e cloreto de sódio.


António Gedeão "Lágrima de Preta"

A propósito da luta do jogador camaronês do Barcelona Samuel Eto'o contra o racismo...

3 comentários:

Penetrador disse...

Gostei muito da forma como retratas-te o problema da xenofobia. Excelente escolha da poesia para ilustrar tal descriminação na sociedade.

Viajante Profundo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Viajante Profundo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.