Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

terça-feira, abril 25, 2006

Será que ela ainda anda por cá?
















Dia da Liberdade


11 comentários:

Miguel Pinto disse...

Há sempre uma face da liberdade que fica aquém das nossas expectativas, Ana. Por isso, esse sentimento de incompletude…

IsaMar disse...

Ainda anda por cá....sim
Mas infelizmente há muitos que a deturpam....juntamente com outros valores...
Os excessos são tantos....

fica bem

IC disse...

Andar por cá, ainda anda, sem dúvida. Apesar de deturpações. Acho que o Miguel Pinto coloca bem a questão.

pezinhos de cetim disse...

Eu por vezes tenho as minhas dúvidas... Sim, porque hoje em dia se confunde liberdade com libertinagem... E ser livre não é sinónimo de anarquia... Parece que não estamos muito longe disso... Tenho pena, pois dado o rumo que certas coisas estão a tomar, há certas pessoas que são uma vergonha para os GRANDES HOMENS que fizeram a revolução...
Veja-se o exemplo da Madeira, dos Açores (S. R. Educação), os nossos ministros e tantos tantos civis... Não me parece que tenham respeito pelos outros. Não vivi antes da "Revolução" mas pelo que oiço, não me parece que hoje vivamos sem ditadura... "Eles" querem, fazem e pronto! Não importa o povo! Pelo menos antes o país não estava endividado...

Tenho pena desta crise de valores, que acho que é o que está a faltar na nossa sociedade...

Beijoca (de alguém que admira quem lutou por mudar este país para melhor, lutou por ideais e defendeu valores...)

Hindy disse...

Concordo com a Pezinhos...

3za disse...

O drama é que se tudo estivesse feito, a hora da morte havia chegado (como diz um antigo ditado chinês). Parece que é condição humana estar sempre em devir procurando chegar lá onde deseja, mas nem sempre o conseguindo à velocidade que deseja. Daí alguma impaciência que às vezes percepcionamos como impotência, mas que não o é (penso eu). Temos sempre de continuar, essa é que é a verdade, para ir chegando ao destino.

Eva disse...

Sim, anda! Por vezes é ignorada ou esquecida! Mas andar anda.

beijinho

badger disse...

oissss....

Na boa realidade, «ela» anda sempre por cá!! Muitas vezes sofre é a opressão daqueles que não «lucram» com tamanha liberdade!!

Beijoka

anjoedemonio disse...

Passei para dar um olá!!!!

Ramos disse...

a verdade do 25 de Abril ainda não chegou, eu vivi o 25 de Abril na pele, estava em Moçambique, lá encontrei Zeca Afonso e o seu menino de Ouro o Dr. Palhinha e quando me era possivel passar algum tempo na Beira tinha por costumo tomar cafe num grupo bastante grande onde Almeida Santos, advogado de prestigio fazia parte. No meu blog procurarei falar do que a historia não fala por vergonha, pois os covardes ainda vivem e são hoje pessoas de bem

zoltrix disse...

Ai que prazer
ter um livro para ler e
não o fazer.
O resto é nada

reconheces? Liberdade!