Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

quinta-feira, fevereiro 01, 2007

Outra vez??

Numa reunião de Departamento, ontem, tive conhecimento do Documento '50 medidas de Política para melhorar a escola pública' lançado pelo ME.

Este documento, a par do novo ECD, causaram-me uma má disposição que se vem a acentuar nos últimos tempos...

Ando profundamente triste e desiludida! Eu, que até sou sonhadora e ainda acredito que cada professor pode mudar o Mundo!!

Os alunos que nada fazem ainda são premiados pelos pais tendo telemóveis de última geração e IPod's maravilhosos... Ainda por cima, "achincalham" o professor que tem, normalmente, um telemóvel muito mais antigo.

Na escola, dá-se atenção ao mau e raramente se fala no bom, passamos mais tempo a falar dos alunos problemas do que dos outros alunos... Não quero ser discriminatória mas como poderemos chegar à excelência, se passamos a vida a ir para baixo, a nivelar a mediocridade??

8 comentários:

peace_love disse...

é um dos mal deste país, só se sabe ver o que está mal, mas não se dá valor ao que está bem!

Professorinha disse...

Continuamos a alimentar a ignorância, o facilitismo e a culpar os professores de tudo e mais alguma coisa...
É muito trist chegarmos a isto :(

Beijinhos

anjoedemonio disse...

vocês ficam velhos em dois tempos!

bom fim de semana, ana cristina

bell disse...

Um aluno meu foi suspenso por uma semana por mau comportamento. a mãe "castigou-o", pondo-lhe internet no quarto! Está tudo dito!

Bom fim-de-semana!

Anónimo disse...

Infelizmente aqui no Brasil sofremos do mesmo problema.

SaltaPocinhas disse...

tens toda a razão Ana!
os pais não educam os filhos, não valorizam a escola. premeiam filhos malandros em vez de os castigarem...
No 1.º ciclo não se nota tanto porque são mais pequeninos, mas tb já se nota bastante.
às vezes também me sinto desmoralizar, principalmente quando passo 4 horas numa reunião só a resolver problemas de alunos que não querem saber da escola para nada. Fora o tempo que depois gastamos a fazer os famosos plannos de recuperação, planos de acompanhamento e sei lá mais o quê!
O nosso ânimo desaparece logo ali!
Vou roubar uma frase tua. Posso?

Tozé Franco disse...

No alvo. Dificilmente alguém poderia ter dito melhor.
Um abraço.

pezinhos de cetim disse...

Resumindo o meu "estado de espírito" dos últimos tempos, (agravado nos últimos dias): ando completamente insatisfeita, desmotivada, desmoralizada, sem vontade para fazer nada, desiludida,... enfim, tantos adjectivos poderiam ser aqui colocados! Pela primeira vez estou mesmo a odiar ser prof. Até agora, quando me davam estas amarguras da profissão havia sempre algo que fazia superar o gosto pela profissão, havia sempre alguns alunos que compensavam este mal estar. Neste momento nem isso, a desilusão e o descontentamento são tão grandes que nada os consegue superar. Estou farta de apanharmos de todos os lados e de sermos os bodes espiatórios da estupidez de certas pessoas e da malandrice dos alunos. Estou farta de tentar conversar com os alunos SEM ordenar, SEM ferir susceptibilidades, SEM magoar as criaturas que (por minha causa) podem ficar traumatizadas para o resto da vida. E de que servem estas palavrinhas "mansas", se alunos do 12º ano (quando já deveriam saber o que significam as palavras respeito e educação) ficam bastante ofendidos e melindrados só porque a prof os chamou a atenção (muito educadamente, claro) para que não dissessem palavrões e tentassem adoptar certas regras de boia educação em sociedade, como não se estarem sempre a espreguiçar, por exemplo. No fim ainda se atrevem a dizer que isto até parece o regime militar!

Enfim... muito tristemente, sinto-me como se me tivessem roubado a honra e, infelizmente, o que sinto em relação à profissão que escolhi por vocação é uma grande vergonha.