Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

terça-feira, maio 01, 2007

Biologia e realidade

Sempre considerei que cada um de nós deve ter sonhos e aspirar alcançá-los. No entanto, a minha vida sempre foi pautada por profundos pés na terra... Ou seja, sonho alto mas tenho noção da realidade. E tenho alunos que não têm essa percepção.

Ela é uma aluna de 8 valores a Biologia. Teve 5 nos dois últimos testes. Em conversa, perguntei-lhe se gostava de estudar, disse que não e confessou-me querer tirar Medicina e vir a ser Médica Legista (tipo CSI).

Perdoem-me a franqueza mas onde ficou a realidade desta menina?? O Mundo gira em torno dos desejos dela e ela não precisa fazer nada para os conseguir??

A única coisa que me saiu, evitando ser mal-educada, foi "Terás que estudar bastante e aplicares-te muito mais! Vai ser complicado!"... No entanto o que me apetecia dizer era "Hellooooooooooo... Em que Mundo andas, miúda?"

Estarei a exagerar??

7 comentários:

nena disse...

Infelizmente isto é vulgar entre os nossos alunos.
Parece-me que têm a noção de que não é necessário grande esforço para conseguir alguma coisa. talvez por ser aquilo a que estão habituados.

bell disse...

Talvez seja isso que a sociedade lhes transmite: o mundo é-te dado de bandeja, podes ser tudo o que quiseres, basta sonhares.

Professorinha disse...

Também tenho uma aluna do género. Diz que quer ser veterinária e depois tem negativa a matemática e 3- a Ciências... Agora diz que quer ir para Humanidades... Vá-se lá entender estes miúdos. Antigamente ainda podíamos experimentar no 9º ano escolher uma área para ver se gostávamos, hoje em dia, infelizmente, na minha opinião, já não por isso eles andam um bocado às aranhas sem saber bem o que é ir para o ramos científico ou outro...

Beijinhos

Prof. Teresa disse...

Não, não estás a exagerar. Já me apeteceu fazer o mesmo. às vezes penso que é preciso agarrá-lo pelos ombros e abaná-los para acordarem. Acho que tem a ver com a educação: são criados tendo tudo, muitas vezes com o sacrifício dos pais e não aprendem que se querem algo têm de conquistar. Depois quando percebem que é difícil em vez de se esforçarem, abandonam os desejos. De certo modo, acho grande parte dos nosso jovens apáticos. É triste.

margarida l. disse...

E depois há o reverso da medalha... a minha filha tirou 18 num teste e 19 noutro no 2º periodo, e o sr professor disse que não lhe podia dar 18 porque ela não era aluna de 18, ficou-se por 17 a biologia... Azar o dela ser filha de um camionista e de uma emp fabril, se fosse filha de uma digníssima colega do prof, certamente teria 19 ou 20.
Arreeeeeeee!!
É por essas e por outras que anda a tirar Selectividad para talvez entrar na faculdade em Espanha.
É uma lutadora e tem os pais a lutar ao lado dela, contra um certo sistema instalado.
Saudações

Miazinha disse...

Será que ter media de 18 faria dessa miuda ser melhor medica? Será que o problema é dela ou é do nosso sistema? Porque é que uma aluna mediana nao pode seguir medicina se tiver aptidao para isso?
se calhar isto nao se aplica a esta menina em concreto, mas é um problema social que é injusto e que afecta muita gente! Não é justo cortar as pernasa uma criança só porque teve azar e nao tem uma cabecinha tipo esponja!

Quintanilha disse...

E eu tenho um aluno que está com média de 18 e quer ser polícia ou bombeiro!