Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

sexta-feira, fevereiro 17, 2006

Bill Gates e a Vida Real

Eis alguns conselhos que Bill Gates recentemente deu numa conferência que proferiu numa escola secundária.

Tão só 11 pequenas coisas que os estudantes não aprenderiam na escola. Dissertou sobre como a "política educacional de vida fácil para as crianças" tem criado uma geração sem conceito das realidades, e como esta política tem levado as pessoas a falharem na vida após a saída da escola.

Regra 1

A vida não é fácil. Acostuma-te a isto.

Regra 2

O mundo não se preocupa com a tua auto-estima.
O mundo espera que faças alguma coisa útil por ele, ANTES de te sentires bem contigo próprio.


Regra 3

Não ganharás € 6.000 por mês mal saias da escola.
Não serás vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à tua disposição,
antes de teres conseguido comprar o teu próprio carro e telefone.

Regra 4

Se achas o teu professor exigente e rude, espera até teres um Chefe.
Ele não terá pena de ti

Regra 5

Vender jornais velhos ou trabalhar durante as férias não te diminui socialmente.
Os teus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam-lhe oportunidade.

Regra 6

Se fracassares, não é por culpa dos teus pais.
Então não lamentes os teus erros, aprende sim com eles.

Regra 7

Antes de nasceres, os teus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por terem de pagar as tuas contas, lavar as tuas roupas e ouvir-te dizer que eles são “ridículos". Então, antes de salvares o planeta para a próxima geração querendo corrigir os erros da geração dos teus pais, tenta limpar o teu próprio quarto.

Regra 8

A tua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Nalgumas escolas não repetes mais de ano e tens quantas chances precisares até acertares. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisares o risco, estás despedido, RUA !!!
Faz tudo certo logo à primeira vez.

Regra 9

A vida não se divide em semestres. Não terás sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados te ajudem a cumprir as tuas tarefas no final de cada período.

Regra 10

Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a discoteca e ir trabalhar.

Regra 11

Sê simpático com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns patetas).
Existe uma grande probabilidade de vires a trabalhar PARA um deles.


Supostamente foi isto que Bill Gates, dono da maior fortuna pessoal do mundo e da Microsoft, foi dizer a uma escola secundária. Não sei se foi verdade. Recebi por mail. Mas gostei!

8 comentários:

Ramos disse...

Há quase três décadas que vivo na Califórnia
Sei do que fala o Sr. dos computadores. A vida responsável começa mesmo muito antes de entrarmos na escola. Trabalhar e produzir não é desprestigiante; mas sim obrigação de todos nos.
Sou contra o trabalho infantil.
Mas sou apologista de obrigações juvenis.
A culpa nunca é dos mais novos mas sim dos que os criam
A educação dos filhos começa, ou melhor devia começar 20 anos antes deles nascerem

badger disse...

Olá...

O «Senhor Microsoft»!! Pois... tem bastante razão no que diz!! Em tempos tive oportunidade de ler um livro deste senho, que até era interessante....
Mas.... o Sr. tem TUDO!! Mas temos que lutar pelo que queremos e ambicionamos...


Bom Fim de Semana!!
Beijos

SaltaPocinhas disse...

eu também recebi isso. Não sei quem foi que o disse mas está coberto de razão. E o grande problema de muitos jovens e crianças de hoje é que tudo lhes cai nas mãos sem esforço nenhum...

IC disse...

Já repararam que quase todos nós (professores) aqui pela blogosfera andamos a referir a questão de os putos de hoje terem tudo facilitado, de não saberem o que é esforço? Quando é que pais e sociedade abrem os olhos para isto?

Miguel Sousa disse...

Fantástico..não sei onde leste isso, mas é excelente

Miguel Sousa disse...

Gostei tanto do texto que escrevi e postei no aragem...no final, já não estava tanto de acordo com o "Bil das gaitas"

Miguel Sousa disse...

Não sei se embarcar neste pragmatismo, não será emputrrar uma sociedade já de si desumana e vazia de valores para o abismo...desculpem ser uma voz em sentido contrário...

JL disse...

Já não vinha aqui há uns dias. Aproveitei para reler os conselhos do Bill. Dão que pensar vindos de onde vêm. São sensatos. Mas, claro, se lidos em Word correndo em ambiente Windows tanto melhor :-)