Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

domingo, outubro 01, 2006

Pais e Profs II

Em conversa com a minha cunhada, mãe da minha afilhada que entrou agora para o 1ºano, apercebi-me de uma coisa, algo que pode perfeitamente ser o título de um filme de M. Night Shyamalan.

A eterna guerra entre pais e professores

Vasculho na net em busca de informações sobre um tema e descubro http://paisatentos.no.sapo.pt/.

Vou dar uma volta pela blogosfera e leio isto http://incomprof.blogspot.com/ .

Perdoem a minha inocência. Não tenho filhos e não tenciono ser melhor que ninguém.
Mas não há hipótese de haver uma plataforma de entendimento??
Tem mesmo que haver grupos a remar cada um para seu lado??
Não estaremos todos à procura de uma Sociedade melhor e mais bem-educada?

[Já não percebo nada disto! E acho uma parvoíce esta guerra!]

11 comentários:

Tit disse...

Confesso que também não entendo... E sinto que cada vez entendo menos.
Venho desejar-te uma boa semana.

Jade disse...

Dei uma vista de olhos pelo blog que tu referes e fiquei mal-disposta. Vi que tinhas feito um comentário, mas eu confesso que não consigo ser assim objectiva. Perco logo as estribeiras e provavelmente acabaria a desancar o senhor, perdendo toda a razão. Concordoo contigo: por que não trabalhar (todos juntos) para uma melhor educação? Já agora, não sou de Biologia(oh....), mas sim de Filosofia. Como sou muito incompetente ando a estudar genética para leccionar na disciplina de Psicologia. Um beijo e boa semana!

Miguel Pinto disse...

Peço desculpa mas não compreendi. Guerra entre pais e professores? Como pai, estou muito satisfeito com os professores da minha filha. Como professor, não tenho conhecimento de qualquer problema com os pais dos meus alunos. Se os casos particulares valem o que valem, qual é a expressão dessa guerra. Há alguma guerra entre a CONFAP e os sindicatos de professores ou outras organizações representativas de professores? E já que questionamos, legitimamente, quem é representado pelos sindicatos, ocorre-me perguntar: que pais se sentem representados pela CONFAP?

SaltaPocinhas disse...

tinha muito que dizer, mas o Miguel fê-lo por mim! Obrigada Miguel, concordo inteiramente contigo!

PS: o que é a confap? ;-)

IC disse...

Também faço minhas as palavras do Miguel, só escrevendo meus netos onde ele escreve minha filha e, como professora, reportando-me ao passado até ao último ano lectivo inclusive, já que, neste momento, deixei de estar no "activo".

pa-ciencia disse...

Mas a haver de facto essa guerra parece-me que ataca mais um lado que o outro, não? É pena... infelizmente na maioria das vezes o outro lado atacante fala do que não sabe! Prefiro continuar a acreditar no Miguel Pinto ;)
BioGeoBeijocas!

manel disse...

Então não vês que só tens que agradecer ao teu governo que elegeu os funcionários públicos , e os professores em particular , como os responsáveis por tudo de mau que se passa no país.
Os pais ou por ingenuidade ou por cegueira partidária vão comprando a idéia que somos os criminosos e que devemos ser tratados como tal.
Haja forças.
Manel

Hindy disse...

Passei só para te deixar um beijinho! :o)

Barão da Tróia II disse...

É uma espécie de guerra de sudos onde parece que ninguém se ouve, pior é quando o pai ou a mãe é prof. aí ainda é pior, ficam mesmo parvinhos de todo. Boa semana

bell disse...

A nossa profissão é muito visível e há, por aí, muitos "especialistas".

TsiWari disse...

Já ouviram falar da Escola de Pais Nacional?

Acho que responde um pouco aos pais que querem participar e não guerrear...