Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

sexta-feira, julho 07, 2006

Doações pra quê?

Uma das coisas que irritam qualquer ser humano solidário é o facto de se dar qualquer coisa (muitas vezes, apesar das dificuldades que se têm na própria casa) e ela não ser usada para colmatar dificuldades de outrém.

*Dá-se roupa para as pessoas que precisam e vão usar...
*Dá-se alimentos porque vão matar a fome a alguém...
*Dá-se brinquedos porque vão alegrar uma criança que os não tem...

Nesta escola foi realizada uma recolha de alimentos, roupas e brinquedos no Natal.
Depois de uma selecção de qualidade das coisas, em que se deitou fora roupa rasgada, brinquedos completamente destruídos e alimentos fora de validade, informou-se a Misericórdia da zona, nomeadamente uma senhora que até já trabalhou aqui. Essa senhora veio cá e veio buscar o material.

Até aqui, nada demais.
No entanto, fui alertada para o facto de restarem alguns sacos cheios de materiais guardados numa arrecadação. Falei com a funcionária que me disse que a tal senhora tinha "vindo escolher o que queria levar" e depois tinha ido embora.

Estamos em Julho.
Os sacos vão ser levados por mim para a Cáritas de Évora onde vão ser melhor empregues...
Pelos vistos, as pessoas daqui não passam assim tantas dificuldades!!

Tenho pena...
Tenho pena que uma actividade organizada para melhorar a vida dos Almodovarenses não os tenho beneficiado porque o material não lhes chegou...

Beneficia Évora!!

5 comentários:

Marga disse...

Nem mais! Já lá deviam estar ;)
bjs

Hindy disse...

Muito bem!
Beijinhos :o)

Professorinha disse...

E são assim as nossas instituições...

Bom fim de semana!

cs disse...

Também há muita gente "solidária" que aproveita estas acções para se desfazer de coisas que eu teria pudor em deitar no caixote do lixo

Maracujá disse...

É a mesma sensação, embora numa outra escala, de quando tocam à porta a pedir esmola, eu preparo uma sandes e uma peça de fruta, e no dia seguinte vejo o pão ou a maçã no passeio...

Bom fim de semana,
Sara


Imagino que não tenhas ainda comentado os posts do BrokenHeart propositadamente. Aquilo está uma vergonha autêntica... enfim...