Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

sexta-feira, julho 14, 2006

Às vezes...

Confesso que às vezes fico abismada com o nosso Ministério.

No ínicio do ano lectivo não havia calendarização prevista para o fim das aulas do 11ºano porque o pessoal tinha esquecido que havia exames nesse ano.

Agora, depois de um escandalosamente (?) baixo número de positivas, o ME decidiu a repetição de exames de Química.

De acordo com o Educare:
a directora do GAVE (organismo do Ministério da Educação), Glória Ramalho, considerou os resultados "razoáveis". "Tendo em conta que houve uma quantidade muito grande de novidades, tanto ao nível dos exames do 11.º ano, como dos programas novos do 12.º, penso que a avaliação dos resultados é razoável", afirmou.

Ora eu acho que se o problema é o número de positivas e a novidade dos programas, então também Biologia se deverá repetir.

Só quem já esteve numa reunião de aferição de critérios de correcção do exame nacional de Biologia sabe a "porcaria" que por lá grassa...
O que quero dizer?
Digo que se aceita de tudo um pouco como correcto, inclusive erros cientifícos... e mesmo assim o número de positivas é o que é...

Eu voto pela repetição de Biologia mas parece que só pró ano... mesmo contra o CNAES.

4 comentários:

TsiWari disse...

Se te refers ao exame de Biologia e Geologia do 11.º ano, eu também voto a favor!

As provas de Biologia e Geologia foram um logro para a maior parte dos alunos. Foi dado um relevo exagerado a procedimentops estatísticos - que tinham a ver com a constituição de grupos de controle - matéria que não se dá, nos moldes actuais, como se dava anteriormente aquando da existências das Técnicas Laboratoriasis de Biologia, onde se ensinava a fazer (e praticava) protocolos experimentais. Por outro lado, há outras situações que no programa oficial são referidas ligeiramente e que aparecem em destaque no exame, cotadas com mais de um valor.

Então e estes alunos, não podem repetir os exames, já nesta segunda fase porquê?
Também não tiveram exames experimentados durante anos...também é a prova específica de acesso, para muitos deles.

E em que condições ficam os alunos que optaram apenas pela segunda fase de exames? Quando poderão fazer segunda tentativa? E, já agora, é com repetições de exames que se remedeiam as coisas? Não deveriam os exames, eles próprios, prevenir estas situações?

Andamos a brincar às escolinhas?

Anónimo disse...

"Pró" ano é ... exemplar.

Catarina

zoltrix disse...

Adorei essa tal de Glória ramalho, na TSF! A senhora fala mal Português e gosta de terminar as suas tiradas com um sonoro OK? !
Fabulosa , essa personagem! E é disto que está à frente do GAVE!!!!OK?

AnaCristina disse...

Obrigada Catarina mas para o caso de não ter percebido é propositado...
:D