Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

sexta-feira, maio 19, 2006

Emoções

Hoje o dia foi rico em emoções...
Por mais que as tente ocultar sob a capa do sorriso, às vezes o interior fervilha tanto que tenho de extravasar...

Foram os amigos, foram os alunos, foram sobretudo elogios, o que me fez e faz chorar hoje...

Ensinei aos meus alunos um lema de vida que me segue há muito tempo:

Quando se aperta um punhado de terra, ele perde-se por entre os dedos; se a mão estiver completamente aberta, a areia também se perde e pode até ser levada pelo vento mas se agarrarmos a areia com a mão sob a forma de concha, ela mantêm-se na nossa mão apesar de aparentemente solta ao vento!!

Além disso, sempre me esforcei por mostrar a importância de olhar para um copo semi-cheio em detrimento de um copo semi-vazio.

E agora que alguns alunos estão a terminar o 12ºano vejo-os a seguir estas historietas, vejo-os a mandar sms porque um filme mexeu com eles, recebo noticias de um qualquer site com o rodapé "temos que discutir isto", recebo um mail a dizer que aconteceu isto ou aquilo...

Mexe comigo, principalmente porque eles, este ano, já não foram meus alunos, mas sim de outra colega.
Mexe comigo sentir que sou querida por muita gente e que recebo sms a dizer "Tu és uma boa acção para todos os que tem o prazer de estar perto de ti".
Mexe comigo ter saído de uma escola onde a Humanidade e dignidade humana não existem e ter encontrado neste cantinho entre a serra e a planície, a retribuição à paz e dedicação que dou.

Peço desculpa por hoje não falar muito em Educação, mas prefiro a parte da Educação que diz respeito aos Afectos.

Sem estes Afectos todos, não seria quem sou e muito menos seria a professora que sou e que ambiciona melhorar.

Obrigada por estas lágrimas de alegria!


6 comentários:

Hindy disse...

Muito bem Ana Cristina! Os afectos também fazem parte da educação, pelos menos eu ensino também com eles. Ainda bem que te sentes feliz! :)

Beijinhos

3za disse...

Fico contente por ti...
Já ando há uns tempos nestas coisas e... o afecto... pois... o afecto... é o que há de melhor em tudo. O que nos mantém vivos! Mantém o teu coração do lado certo e terás sempre lágrimas de alegria para chorar... Bjs

toy disse...

duas palavras SÓ...




IM...PRECIONANTE

TsiWari disse...

;)***

papoilasaltitante disse...

Não é o afecto que nos mantém nesta profissão???
São estes afectos que nos impulsionam a continuar a acreditar que estamos a fazer algo em prol de toda esta gente que nos passa pelas mãos!!
Vivam os afectos!
Bjs

pezinhos de cetim disse...

Compreendo perfeitamente o teu post, porque sinto o mesmo em relação às criaturinhas... :D

Que seria de nós sem as criaturinhas?...

Sei que vou/vamos sentir muitas saudades dos "passarinhos que ganharam asas", mas são saudades boas porque são muito especiais... Só sentimos saudades das coisas boas e do que nos toca no coração...

Beijosssss ;)