Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

quarta-feira, janeiro 11, 2006

Relação professores-professores (II)


É obvio que escrever sobre relações é complicado... principalmente quando até me ajudaram com questões sobre união e desunião da classe, materiais, dizer mal...

No entanto, acho que não podemos ser tão drásticos. Por exemplo, e continuo contando histórias das minhas relações nas escolas, numa escola do Baixo Alentejo e muito periférica, o Conselho Executivo desempenha um papel muito importante nas relações prof-prof. E esta importância não é muito positiva... O Conselho Executivo, além de ter um papel ditatorial no funcionamento da escola, faz intrigas e atira os profs uns contra os outros, questionando tudo e todos, e usando todos os comentários para colocar em causa o trabalho dos seus efectivos...
Considerando que a escola é periférica e que pode ser o fulcro de uma melhoria na vida de toda a população, seria melhor repensar estas atitudes... Só assim se pode ter docentes motivados, apesar de afastados de casa, e a desempenhar o seu papel da forma mais correcta.
Consequência prática naquela escola: os professores querem fugir de lá (não há estabilidade docente), não realizam um trabalho correcto nem pensado e reflectido, assim como a atenção dada aos alunos...

3 comentários:

Estrela do mar disse...

...e no meio disto tudo quem sofre são os alunos...porque numa escola onde o "clima" é esse, não há professor motivado para o ensino...



Beijinhosssssss e um óptimo 2006.

mourisca disse...

Concordo contigo, Ana, e também com a Estrela do Mar. Nao ha duvida que o CE duma escola contribui bastante para o "clima". E qd ele é "pesado" nao ha kem aguente, acabando o nosso trabalho por nao ser feito com prazer...

Tb tenho varios exemplos de CE desse genero, mas por agora nao vou falar disso. Ja "levantei o veu" no comentario do post anterior...

Concordo que "o pior inimigo dos profs sao os profs" (ainda nao percebi mt bem este fenomeno!), mas recuso-me a deixar-me levar completamente por essa ideia. Alguns dos meus amigos verdadeiros ja foram meu colegas...

kisses

IC disse...

Pois, felizmente, há casos contrários. Uma das preocupações prioritárias do meu presidente é precisamente o "clima". A recepção aos novos professores em cada ano é um momento logo simpático, com quase um "banquete" preparado pelos "velhos" da casa, e até há o pormenor de todo o professor receber uma cartinha de parabéns do CE, em nome da escola, no dia de aniversário. Mas não ignoro que há escolas em que se verifica esse fenómeno "o pior inimigo dos professores são os professores" e já houve, no passado, mau ambiente na minha escola - às vezes bastam 2 ou 3 para o criarem.