Lema de Vida:

Aprender até morrer, morrer sem nada saber!!

terça-feira, janeiro 24, 2006

Sexo e afins

Turma de 9º ano, 5 meninas e 3 meninos, turno B


"- Professora, precisamos conversar!
- Bom dia! Que se passa?
- Professora, precisamos saber quando podemos engravidar!
- A partir do momento em que apareceu o período.
- Não, professora. Assim o dia e tal... e do preservativo... e aquilo da pílula..."

Foi assim que começou a minha aula que deveria ser sobre os Grupos Sanguíneos. Nem tive hipótese de não abordar o tema deixando para depois...
Comecei por desenrolar todas as ideias, esclareci todas as dúvidas, sugeri idas ao Centro de Saúde e ao ginecologista, sugeri uma conversa com as mães...
E aqui iniciou-se o problema! A grande maioria das mães daquelas crianças deste turno de Ciências nem sequer fala com as meninas sobre estes assuntos... Limitaram-se a informá-las acerca do aparecimento do período menstrual e pouco mais.
Relações sexuais, período fértil, clítoris, métodos contraceptivos e assuntos afins são pouco abordados, somente duas mães ou pais tiveram essa atitude de franca conversa.
Resultado: uma aula investida e não perdida! Com TPC, claro!
Toca a explorar o próprio corpo... Conversamos para a próxima!

7 comentários:

mourisca disse...

Tal como eu defendo, ser professor não é só "despejar" uma série de conteúdos, mas ir ao encontro das necessidades das criaturinhas. Ainda hoje em dia há uma série de assuntos tabu para as famílias das crianças, então a escola passa a ter um papel deveras importante... Acho que essas aulas nunca são "perdidas"... Aliás, até são bem "ganhas"...

Abelhinha disse...

Eu tive a sorte da minha mãe falar comigo e espero vir a falar com a minha filha a tempo e horas :)

Miguel Sousa disse...

hoje tirei a minha aula para falar das doenças sexualmente transmissiveis (9ºAno) e tive muita receptividade inclusive consegui esclarecer a confusão que´os contraceptivos não evitam este tipo de doenças...foi giro...quando o professor é flexivel, consegue maraviolha...parabéns

JL disse...

Não foi tempo perdido, claro que não. Talvez essas miúdas ´não tenham outra forma de conhecer a sua sexualidade. Em casa os pais, e não os condeno, por vergonha ou pouco conhecimento pouco falam aos filhos sobre sexo. Continua a ser um assunto tabú. Parabéns pelo tempo investido, Ana.

Um beijo

badger disse...

Isso sim... Professores(as) assim é que muitas vezes são precisos!! Em alguns casos, em termos familiares são conversas que não são abordadas, talvez para evitar alguns constragimentos... não sei!!

Mas quando os professores abordam esses assuntos... é bom!! Pelo menos assim contribuem para um mundo mais esclarecido, podendo evitar assim alguns problemas...

Parabéns...

Ahh... claro que o TPC, não faltava não é?! Aí aí

Miguel disse...

Excelente! Desse tipo de aulas é que eu gosto. Profícuas e com alunos interessados...
Só gostaria também de ter aulas com oito alunos. Sortuda!

AnaCristina disse...

Caro Miguel, eu não tenho 8 alunos numa turma... Quem me dera!
Acontece que era um turno, ou seja, estavam divididos, e foi num dia de Corta-mato escolar... muitos faltaram!!

Obrigada a todos pelo apoio!

Badger, eu mando sempre TPC e na maior parte das vezes são coisas do tipo ler, esquematizar, desenhar... nunca muito paleio! Isso fica para a aula!

Um abraço a todos...
Mourisca, um beijo daqueles ;)